Pages - Menu

quinta-feira, 29 de abril de 2010

Sem tempo Para Chorar.

Foto: www.deviantart.com

"Um dia desses, eu separo um tempinho e ponho em dia todos os choros que não tenho tido tempo de chorar."
(Drummond)

Tempo é uma coisa que no momento tenho bastante,mas muito ocioso.
E isso para mim é insuportável.Detesto ter que ficar à espera de algo para acontecer que nunca acontece. A vida corre depressa e tenho sempre essa sensação de que ela tem passado correndo diante de meus olhos sem que eu faça nada,por desespero e dor de ver tanta coisa mudar ao mesmo tempo.Tudo tão rápido. Tenho passado por uma mudança de cidade ( de novo! )que para mim é muito difícil.Sinto-me como se não fizesse parte disso aqui,como se me faltassem tantas coisas e até mesmo o chão.Sei que vai passar,que nada é para sempre e que é preciso estar disposta sempre à aturar certas mudanças que não são voluntárias,mas simplesmente obrigadas.Ou você se acostuma e tenta a felicidade,ou você não se acostuma e fica no tédio até quando você suportar. Não que a felicidade é pra sempre quando você à encontra...vai muito além disso. É um estado de espírito.Não se é feliz o tempo todo.Você tem estados de felicidade.E é tão bom quando se está assim. No momento me olho no espelho e me reconheço como uma poeta no seu estado melancólico,redobrando-se em mil para cada dia chorar suas amarguras e seus sonhos despedaçados que parecem nunca terem tempo de se realizarem. Só que não cai uma lágrima de meus olhos,não sei porque.Perdi até aquela vontade de chorar loucamente na frente do espelho para me mostrar para mim mesma como sempre fiz.Era tão lindo,ver todas aquelas lágrimas correrem dos olhos meus,uma a uma,que pareciam dançar,variando de uma lenta melodia para uma frenética. E aonde estão elas?Me faltam... Parecem que todas evaporaram com o calor dessa cidade, e tenham elas se dissipado pelo ar caindo na terra e molhando-a em forma de chuva. Engraçado como tem chuvido muito.Deve ser que foram muito além. Muito além da maquiagem escorrendo pelo rosto por causa daquele chorinho manso ou colérico que se via em frente ao espelho. Deve ser que seja um choro generalizado,porque já cansei de chorar e estão fazendo lá de cima o meu trabalho. Tô sem tempo!Tô sem tempo de chorar! Tô sem lágrimas! E olha que elas não costumavam me deixar.


Vanessa Monique.

5 comentários:

Paulo disse...

Passei por aqui gostei do que vi...

Fernando Pessoa humm...
Esse é genial, parabéns pelo bom gosto.

Obrigado pela visita ao Retratos da Alma.

Abração pra ti menina!

Paulo Ednilson

Amélie™ disse...

Melancolia... nem me fale menina. Faz mais de dois meses que estou assim, triste, triste - sempre com um nó na garganta.
Mas ó... sempre que consigo, eu choro. Faço questão de chorar. Cada lágrima derramada é um peso retirado do peito. Espero que fique bem logo.
Bjs.

Vanessa disse...

TPM tbm? rs
Essa foi a semana das lagrimas pra mim...

Amélie™ disse...

Poderia ser TPM, mas não é. Estou sofrendo por amor mesmo. =/

Quanto à cirurgia, foi nas pernas. Tirei duas veias q estavam me judiando há algum tempo.

Ah... amo Caio Fernando Abreu. Seus textos são lindos, sensíveis e também sinto que foram feitos pra mim.

Bjs.

;)

Anônimo disse...
Este comentário foi removido por um administrador do blog.
Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...