Pages - Menu

sexta-feira, 27 de agosto de 2010

Você se Foi.


Você se foi. Partiu. Não por 1 dia ou 2, ou mais que isso para depois voltar. Mas você se foi para sempre e sei que nada posso fazer a não ser sentar e chorar por sua partida repentina.
Você se foi sem nem dizer adeus ou algo parecido, não havendo despedidas entre nós.
A dor é grande e sem medida, e eu custo a acreditar em tudo isso.
Cruzo minhas mãos em sinal de desespero, elevo os meus olhos ao céu procurando algo que possa me consolar. Tento pedir a Deus forças para continuar, mas as palavras me faltam, todas elas, assim como você.
Não existe mais nada em meu pensamento, a não ser sua face iluminada, emoldurada por teu belo sorriso, cheio de dentes brancos. Tão brancos como as nuvens do céu, essas que nunca toquei sozinha, somente quando estive contemplando sua presença.
Vejo teus intensos olhos e sou capaz de reconhecer o brilho deles entre milhares de outros pares, pois só os teus me devotavam amor suficiente para confortar-me das pertubações mundanas. Sinto ainda entre as minhas mãos as suas tocando-as, fundindo-as, entrelaçando-as, como se tivessem ganhado vida própria e namorassem em seu próprio ritmo.
Ouço sua voz em cada canto dessa casa e percebo tristemente que estão se transformando apenas em ecos. Não sei quanto tempo ainda vão se propagar no ar, que já se torna rarefeito.
Quando fecho os meus olhos ainda sinto você chegando aos poucos, mas tão devagar que nunca chega. Então abro os olhos afim de te encontrar e me deparo com a realidade. Não te encontro.
Fecho os olhos de novo, e nada, só me machuco.
Queria ter mais uma chance, um momento apenas para não deixar você partir desse jeito, sem saber do meu amor, sem te pedir perdão, sem eu te perdoar, sem te dar um abraço apertado, sem te marcar as bochechas com um beijo no rosto, sem te roubar um selinho, sem te tocar o coração.
Eu só queria me despedir de você do jeito que tem que ser. Sem marcas, sem feridas, sem cara-feia, sem discussão. Te dar rosas em vida, te coroar por zelo e devoção e te enterrar somente em meu coração, para que você morasse nele por toda a eternidade.

Nada foi como eu quis. As rosas e as coroas são outras e tem cheiro de morte. Um cheiro que jamais meu olfato irá esquecer, mesmo que eu faça força para não lembrar.
Quanto ao enterro também é outro, tem uma face obscura e um clima pesado. Faria qualquer coisa para não estar aqui, te vendo partir, sumindo aos poucos.
Nosso caminho foi interrompido, ócios do destino, mas vou tratar de refazê-lo, mesmo que não estejas mais aqui, que é para eu nunca esquecer que um dia eu vivi um grande amor.
Sua herança guardo comigo, é a mais linda de todas e tem nome.

Vanessa Monique




Continuem votando...

Peço para que vocês não esqueçam de continuarem votando e torcendo por mim.
Preciso de mais votos.
Obrigada à todos que estão contribuindo.
Para votar Click no logo abaixo, ou no logo da lateral do blog.





Bjinhus! :*

30 comentários:

Nara disse...

(Aplausos)
Parabéns Vanessa!
Me agrado muito do que leio, beijo amiga!
http://rosinarab.blogspot.com
@Nara_Borges

Simplesmente Bela disse...

Lindoo! seus textos são demais;

:*

Caroline disse...

Nossa, muito lindo! Adorei! Parabéns!

beijoss

Bandys disse...

Lindo texto.

Já votei.

Beijos

Pistoleiro Corvo disse...

Pois é..
Mas eu já tomei as decisões, e consegui derrubar o falsário.
Justiça foi usada, mas ainda não está completa.

Porém, vou continuar atazanando vocês aqui ainda..o "Pistoleiro Corvo" já está registrado como minha obra em andamento, então estou tranquilo.

Abraços!

Machado de Carlos disse...

Um texto muito bem escrito. Emocionante. Enaltecendo um grande amor que ainda está presente. Fique sabendo que o importante é amar, pois quem ama nunca perde o sentimento. Geralmente quem perde com o amor é aquele que vai. Ele, talvez, não saiba o que perdeu.
Parabéns! Continue escrevendo assim, maravilhosamente!

F. Otavio M. Silva disse...

Muito bonito VAnessa. Parabens.

sara m. disse...

gostei ! os meus parabéns (:

Vi e Ouvi Por Ai disse...

Van... como é horrível vc ficar longe de alguém para sempre e sem nem ao menos ter uma despedida... é uma dor que nem o tempo apaga, só fica mesmo as lembranças dos momentos bons em que conviveram juntos... Adorei (como sempre) o texto!!!! vc arrasa menina!!! e... já votei novamente em vc... saiba que se vc ganhar eu quero um livro hein??? rsss

Bjossss

Vivian

Vanessa disse...

Olá, tudo bem??!!
Quanto tempoo!!!
Você tem msn???
Eu não estou mais entrando no blog...estámuito corrido!!
Beijos

Gilmar disse...

Um belo texto, Vanessa! Há perdas que, embora doloridas, permitem que
refaçamos a trajetória, norteando os passos em outras escolhas. E nesse
"refazimento", de nós mesmos, reaprendemos a olhar um novo amor que passa ao lado...
Grande abraço, Vanessa!

Leticía Gomes disse...

oi, vanessa!
desculpa a ausencia aqui. o que houve com o layout?
já votei em voce, querida. sucesso, que você ganhe :)

Alexandre Fernandes disse...

Bonito. Mas a beleza está apenas na poética do texto, nessa ternura envolvente que envolve as letras. O pano de fundo é triste. O amor se foi, e ele levou tanta das nossas vontades, sonhos e esperanças.

Essa dor é angustiante. Esse intendo de buscar a volta, o retorno, é sempre o alento mais querido que o coração necessita.

Parece que nada na vida se torna a mesma depois que o que nos alegrava se foi...

Beijos Vanessa.
Se cuida meu anjo.

Juliana Carla disse...

Olá Vanessa!

Demorei, mas vim. Ainda bem que deu tempo de participar da votação. Boa sorte!

Bjuxxx e xerooo

Cantinho She disse...

Lindinha seu texto embora triste está lindo, a beleza se encaixa em cada letra que formam palavras cheias de amor e sensibilidade... realmente é muito doloroso passar por isso, uma separação é sempre um luto mesmo, mas acredite o tempo é o Sr da razão e tudo irá se ajeitar... fica bem e tenha uma semana linda, na medida do possível, beijo, beijo! ;)
She

MR. MC.DONALD disse...

HOLA Q TAL, ME HA ENCANTADO ESTE POST TAN GENIAL Y POR SUPUESTO TU BLOG EN GENERAL!!! TE INVITO A QUE PUEDAS VENIR A MI OSCURO, NOSTÁLGICO, DEPRESIVO BLOG DE INVIERNO PARA QUE ME DES TUS MÁS SINCERAS IMPRESIONES DE VERDAD!!! TE SEGUIRÉ

www.juancarlosmcdonald.blogspot.com

José disse...

Lindo texto, às vezes é melhor perder de que achar, embora uma perda seja sempre dolo-rida

um beijo,
José.

*lua* disse...

Essa dorzinha da saudade sem despedida, que apenas deixa os olhinhos cheios de ilusão para o horizonte esperando a volta com pelo menos a despedida!!! Beijo Monique.

dear sarah disse...

Como dói a partida não é mesmo?
Mas devemos ser fortes.

as vezes ela é preciso!

Luciana Penteado disse...

Ah, essas lembranças, sempre ficam incrustadas na alma, rsrsrs. Lindo texto! Envolvente!

Beijos pra ti e uma ótima semana!

Simara **(Plantão da beleza)** disse...

Oi linda amei seu blog ta lindo já estou seguindo viu, faz uma visitinha no meu ai se você gostar me segue também ta, beijão simara
http://plantaodabeleza.blogspot.com/

J.J. disse...

Seria tão bom que houvesse um final feliz essa história, pena que não aconteceu assim =/ Sabe, é preciso amar as pessoas como se não houvesse amanhã e dar flores enquanto é diaaaaaaaa!

so sad disse...

por que nunca dizemos tudo que queremos?!

beijo!

Suzi Costa de Lima disse...

Eita...

melhor ficar sem arrependimentos...

apenas esqueça...

e , podendo,

siga adiante

BLOG PONTO DE VISTA disse...

Fernando Pessoa, Muito BOM!!!!
parabéns pelo blog
estou seguindo
JB

Poupée Amélie™ disse...

Van, votei! Boa sorte!
BjO* queridona.

Aline Paiva' disse...

Adooorei o blog, mt mt lindo ~ Parabéns! beijos

Jakelline Braga # disse...

Oiie . Lindo seu Blog . aceita parceria ?
Visite o meu tbem !
beijooos

Dois Rios disse...

Vanessa,

Já dizia Carlos Drummond de Andrade, que "amor nenhum dispensa uma gota de ácido".

Beijo,
Inês

Kássia Rayane disse...

Liindo , adorei tudo no seu blog, Parabéns beijo beijo ;*

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...